Últimas Notícias
  • rodeio caps 2

Vem aí a maior “festa” da crueldade brasileira do ano…

zoom_0eaf2cd4469f1e8c9a1bbe70616b94a2De 18 a 28 de agosto mais de 1.500 animais, QUE NÃO ESCOLHERAM ESTAR ALI, serão utilizados, amarrados e forçados, contra a sua vontade, simplesmente para entreter humanos.

Esta será a 61ª edição de Barretos. 61 anos torturando animais em nome da “diversão” e da “cultura”. ¬¬

Quer nos ajudar a acabar com esse sofrimento?

Leia mais

Sobre as vaquejadas: cultura ou maus tratos?

vaquejadaOuça a entrevista-debate da médica veterinária, Vânia Plaza Nunes, diretora técnica do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal e do diretor jurídico da ABVAQ, Associação Brasileira de Vaquejada, Leonardo Dias, concedida à CBN, no dia 20 de julho de 2016.

Leia mais

Rodeio 2016 é cancelado em Limeira/SP

Limeira2016canceladoGraças à decisão judicial do processo 0017365.73.2006.8.26.0320 contra o Clube dos Cavaleiros, de 2008 – que não cabe mais recurso – a cidade está impedida de realizar montarias (já que, na verdade, a utilização dos instrumentos de tortura foram proibidos e, sem eles, os animais não pulam ou correm)!

Leia mais

Rodeio é cancelado em Nova Jersey

rodeioPouco mais de um ano atrás o investigador da ong SHARK, Stu Chaifetz, foi disfarçado em um rodeio no estilo mexicano realizado no Dream Park no Condado de Gloucester, Nova Jersey. O vídeo do evento filmado por Stu Chaifetz, incluía touros sendo impiedosamente chicoteados e levando choques de um bastão elétrico, bem como o abuso de álcool desenfreado e recebeu cobertura da grande mídia.

Leia mais

Cavalo dispara em cavalgada e pula sobre carro em Goiás

cavalgadaCâmeras de segurança flagraram o momento em que um cavalo disparou durante uma cavalgada e pulou em cima de um carro durante as Cavalhadas de Quirinópolis, região sul de Goiás. Segundo testemunhas, o animal estava com a sela folgada e acabou estranhando correndo em direção ao local onde carros estavam estacionados. Um homem quase foi pisoteado pelo cavalo.

Leia mais

Prefeito veta projeto que proíbe uso de carroças em Santo André, SP

Por Tiago Oliveira

SP_santoandre_prefeito_GRANA4-768x512O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), vetou o projeto de lei que proíbe o uso de carroças no município, aprovado por unanimidade na Câmara em 6 de maio.

A proposta, de autoria do vereador Rautenberg (PRB), torna ilegal o “emprego de veículos de tração animal, a condução de animais com carga e o trânsito montado” nas vias da cidade. De acordo com o parlamentar, o principal objetivo do texto seria proteger animais contra maus-tratos.

Leia mais

Rodeio de Cajamar não será realizado em 2016

rodeioA Prefeitura de Cajamar, por meio da assessoria de imprensa, comunicou na noite deste domingo, 12, que não será realizada a Festa do Peão de Cajamar em 2016.

 

 

Leia mais

Campanha Urgente Pelo Fim dos Rodeios

Por favor contribua com nossa campanha pelo fim da tortura de animais: http://www.kickante.com.br/campanhas/odeio-rodeio-pelo-fim-da-tortura-de-animais

rodeiosEm rodeios, vaquejadas e similares os animais são utilizados como objetos para o entretenimento do público. Em nome do espetáculo e do dinheiro , animais são expostos, torturados e, muitas vezes, mortos. Nosso grupo Odeio Rodeio entende o quanto os animais sofrem com esse tipo de violência e por isso há anos ajuda ongs, proteores de animais e o ministério publico a combater esta  cruel prática.

Leia mais

Folha de S. Paulo reporta crise nos rodeios

Por Fabio Chaves

rodeiosUma excelente matéria publicada na Folha de S. Paulo (leia aqui) nessa sexta-feira (10) traz um panorama da situação atual dos rodeios no Brasil.

Segundo o texto, o setor tem vivido uma enorme crise nos últimos anos, intensificada em 2015 e que se arrasta para 2016. A crise econômica, que afasta visitantes, e as ações de ONGs contra a utilização de animais nos eventos são os principais motivos da queda no setor.

Leia mais

Dividido, STF suspende julgamento sobre legalidade das vaquejadas

vaquejadasO Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu no dia 2 de junho, pela segunda vez, o julgamento sobre a constitucionalidade de uma lei que regulamentou as vaquejadas no Estado do Ceará. A polêmica dividiu a Corte, cujo placar atual está empatado em quatro votos a quatro. Um pedido de vista do ministro Dias Toffoli adiou a análise do caso.

Leia mais

Depois de Paquetá, charretes podem ser eliminadas de Petrópolis

RJ_petropolis_charretes_6f575Após entrar em acordo com charreteiros da Ilha de Paquetá, o uso de tração animal pode chegar ao fim também em Petrópolis, Região Serrana do Rio.

A primeira reunião foi realizada nesta terça-feira, 31 de maio, com o objetivo de fazer um estudo sobre a substituição das charretes na região.

 

Leia mais

Rodeio de Abbotsford, no Canadá, é cancelado

rodeioO rodeio da Abbotsford Agrifair, no Canadá foi cancelado. Os organizadores dizem que a decisão de cancelar o evento foi feito para economizar dinheiro, mas o evento foi cercado de controvérsia por causa do tratamento desumano dados aos animais.

A Vancouver Humane Society tem feito campanha contra o rodeio de Abbotsford por anos, chamando atenção da mídia de do público para eventos cruéis como o a prova do laço e o bulldog.

Leia mais

Ativistas protestam contra touradas em Yucatán, no México

Ativistas protestam contra touradasCerca de 40 ativistas defensores dos animais protestaram seminus em frente ao Monumento a la Patria, localizado no Paço de Montejo, exigindo que as touradas e os maus-tratos aos animais em Yucatán fossem encerrados.

A manifestação foi convocada pela associação AnimaNaturalis com o objetivo de que os legisladores proibissem esses espetáculos no Estado, pois asseguram que “fomentam a violência e a indiferença com o sofrimento dos touros”.

Leia mais

Município de Sóller, na Espanha, proíbe touradas

Tourada é torturaO município de Sóller, na Espanha, se une à lista de municípios anti-touradas em Mallorca ao introduzir portarias que proíbem qualquer tipo de maus-tratos a animais e ao não permitir festejos taurinos em seu município.

Assim, com Sóller já são 32 municípios que se declararam anti-touradas na ilha, de acordo com o Mallorca Sense Sang em um comunicado.

A pedido da campanha Mallorca Sense Sang, foi apresentada uma moção para declarar o município anti-taurino e respeitoso aos animais.

Se trata de uma moção que não chegou ao plenário, “já que a equipe de governo e o Guanyem Sóller lembrou ao avaliar as ordenanças que já se contempla que o município é anti-touradas,ao proibir todas as formas de crueldade para com os animais, incluindo os touros e não permitindo festivais taurinos em seu município.

Leia mais

Parlamento se compromete a proibir touradas nas Ilhas Baleares

Ativistas anti-touradasO parlamento das Ilhas Baleares, na Espanha, se comprometeu hoje a realizar uma modificação na Lei de Proteção Animal de 1992, para regulamentar uma proteção integral dos animais domésticos e silvestres e que prevê a proibição de touradas.

Além disso, a modificação também irá proibir qualquer espetáculo que cause sofrimento a um animal e irá proibir qualquer forma de fomento, proteção e outros auxílios para os espetáculos taurinos.

Além disso, também foi aprovado que o parlamento inste o governo do estado a abolir todas as ajudas públicas para a indústria das touradas, e a remover da declaração de Bens de Interesse Cultural ou Turístico todos os espetáculos que maltratem animais. Também foi aprovado instar o executivo central a aprovar uma lei de proteção animal para garantir padrões comuns em todo o estado.

Leia mais

Paquetá: prefeitura e OAB divergem sobre substituição das charretes

charreteAs charretes da Ilha de Paquetá estão próximas de desaparecer, mas a prefeitura e a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio têm planos diferentes para substituí-las.

A Secretaria Executiva de Coordenação do Governo pretende trocar os veículos por carrinhos semelhantes aos utilizados em campos de golfe. Já a comissão da OAB, que está em negociação direta com os charreteiros, aposta em carros elétricos. Diversas denúncias de maus tratos em relação aos cavalos utilizados no local foram realizadas nos últimos anos.

Leia mais

Ativistas protestam contra rodeios em Warkworth e Martinborough

Protesto contra rodeioAtivistas pelos animais se reuniram hoje para protestar contra o rodeio de Warkworth, na Nova Zelândia.

Mais de 50 pessoas, incluindo moradores do município, se uniram à Direct Animal Action para mostrar sua oposição ao evento.

O grupo quer uma proibição nacional a eventos de rodeio que no país geralmente acontecem durante as férias de verão.

Leia mais

Comissão aprova proibição de touradas na Baixa Califórnia, no México

Comissão aprova proibição de touradasOs deputados da comissão do meio ambiente aprovaram por unanimidade a proibição de touradas no estado da Baixa Califórnia, no México.

Após a leitura do parecer sobre o mérito das alterações aos regulamentos para a protecção dos animais no estado, os legisladores expressaram as suas posições em relação a esta decisão.

Leia mais

Trânsito de veículos de tração animal passa a ser proibido em João Pessoa

tração animalO trânsito de veículos de tração animal, a condução de animais com carga e o trânsito montado está proibido nas vias públicas asfaltadas e calçadas de João Pessoa.

A lei nº 13.170/2016, de autoria do vereador Bruno Farias (PPS), foi sancionada pelo prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e publicada no semanário oficial de João Pessoa nº 1512. A proibição está valendo desde o dia 23 de janeiro de 2016.

Além do trânsito, fica também vedada a permanência desses animais, soltos ou atados por cordas, ou por outros meios, em vias ou em logradouros públicos.

Leia mais

Touros são espancados até a morte em nome da tradição no México

Touro espancado até a morteEm nome da tradição, seis touros são espancados até à morte com paus e latas por uma multidão em fúria. Acontece todos os anos por esta altura em Tlacotalpan, município de Veracruz, México, nas tradicionais festas em honra da Virgem da Candelária. E assim foi esta segunda-feira, à semelhança de anos anteriores.

Manda a tradição que os ganadeiros ofereçam os animais, já velhos e sem valor comercial, para que o seu sacrifício possa alimentar a ira popular. Estes bois e vacas pacíficos e indolentes por natureza e pelo peso da idade são levados para a beira-rio, um dos maiores do México, e obrigados a atravessar o curso de água barrenta para depois serem agredidos até à morte.

Leia mais

Rodeio não tem lugar na Nova Zelândia diz grupo pelos direitos dos animais

rodeioUm grupo pelos direitos dos animais diz que é apenas uma questão de tempo até que os  rodeios sejam proibidos na Nova Zelândia, conforme imagens de um touro quebrando a pata em uma arena perto de Nelson emergiram.

O incidente ocorreu no Richmond Rodeo, e resultou no touro sendo sacrificado e no peão sendo hospitalizado com uma perna quebrada.

Uma petição pela proibição de rodeios na Nova Zelândia tem mais de 40.000 assinaturas, e deve ser apresentada ao Parlamento em meados de março pela SAFE, SPCA e Farmwatch.

Leia mais

Centenas já assinaram petição contra charretes em Campos do Jordão

CharreteMais de 700 pessoas já assinaram a petição que pede uma lei que proíba a exploração de cavalos em charretes e passeios em Campos do Jordão.

Com o aumento da consciência das pessoas em relação a boas práticas com animais, diversas cidades já saíram na frente. É o caso de Curitiba-PR, onde os vereadores aprovaram um projeto de lei para proibir charretes e carroças enviado pelo prefeito Gustavo Fruet para a Câmara Municipal.

O vereador Luciano Honório, protocolou no dia 25 de janeiro na Câmara Municipal de Campos do Jordão, projeto de lei que proíbe o emprego de veículos de tração animal na zona urbana do município.

Leia mais

Parlamento Europeu estuda uma petição para proibir touradas

touradaPela primeira vez, Bruxelas estaria a estudar e avaliar a possibilidade de as touradas serem proibidas na Espanha. Em mais de onze páginas, a animalista Laura Folch del Cerro, que criou uma petição pela proibição de eventos taurinos na Espanha, tentou derrubar a alegação de que os eventos taurinos são parte da cultura da Espanha. A petição alega que “as touradas e os demais festejos taurinos nunca foram parte da cultura espanhola.”

Levantando sua petição a Bruxelas, pretende-se que a Espanha se converta em um dos 65 países da União Europeia que têm desenvolvido leis para a proteção e defesa dos direitos dos animais.

Leia mais

Prefeita de Madrid retira touradas do site turístico do município

touradaNenhum sinal de touradas no website do turismo do município de Madrid. Mais de 11.000 pessoas apoiaram com suas assinaturas uma petição do Change.org criada por Patricia Gonzalez Rodriguez para a equipe da prefeita de Madrid, Manuela Carmena, excluir esta seção da plataforma.

Dito e feito. A partir do meio-dia do dia 19 de janeiro foi excluída a seção sobre eventos taurinos do menu para onde ir” do site. O objetivo da petição era obter 10.000 assinaturas, mas foi aumentado para 15.000, após as redes sociais darem um impulso a esta iniciativa.

Leia mais

Vereador protocola projeto de lei que proíbe charretes em Campos do Jordão

charreteO vereador Luciano Honório, protocolou nesta segunda-feira (25) na Câmara Municipal de Campos do Jordão, projeto de lei que proíbe o emprego de charretes e outros veículos movidos a tração animal e exploração animal para este fim na zona urbana do município.

A iniciativa do vereador se deu devido a sua observação das constantes manifestações da população e também ausência de legislação quanto ao tema. A Petição Pública em favor dos animais que circula na internet e já reúne centenas de assinaturas também foi para o edil, uma sinalização do clamor da sociedade, por uma solução que coíba a utilização dos animais para essa atividades que requer grande esforço por parte dos cavalos.

Para fazer o projeto o vereador conversou com grupos de proteção animal e observou exemplos de outros municípios. É o caso de Curitiba – PR que já tem lei nos mesmos moldes.

Leia mais

Não haverá corrida de burros em Vitoria-Gasteiz

corrida de burrosNão haverá corrida de burros no Dia do Blusa de 2016 em Vitoria-Gasteiz, na Espanha. O anúncio foi feito pelo prefeito do município, Urtaran Gorka, que se baseou na possibilidade de haver uma iniciativa alternativa por parte dos blusas e neskak (o grupo que organiza o evento). O grupo organiza, paralelamente a esta corrida, dezenas de atividades durante as festas de La Blanca, incluindo um campeonato de traineiras, corridas de triciclos, olimpíadas, karting ou esporte rural.

A Comissão de Blusas e Neskak tinha solicitado um relatório sobre a possibilidade de realizar a corrida de asininos. O relatório preparado pelos chefes do Departamento de Meio Ambiente, diz que a realização da corrida seria violar regulamentos em vigor e, portanto, não haverá corridas de burros em 2016.

Leia mais

PACMA denuncia o horror do evento conhecido como Las Luminarias

Las LuminariasIsso acontece a cada noite de 16 de janeiro em San Bartolomé de Pinares, na Espanha. Cavalos são forçados a atravessar fogueiras no festival conhecido como Las Luminarias, realizado todos os anos na véspera do dia de Santo Antônio Abade. O Partido Animalista PACMA documentou a celebração para denunciar o “inferno” a que os animais são submetidos.

Esta tradição, de vários séculos de idade, tem a desculpa o objetivo de purificar os animais com o fogo das fogueiras e protegê-los (protegê-los submetendo-os ao perigo?). Depois de terem sido abençoados pelos párocos da aldeia, cavalos, burros e éguas vão em procissão para depois atravessar as fogueiras por cerca de duas horas.

Leia mais

Touro quebra a pata e é sacrificado no rodeio de Richmond

rodeioUm touro foi sacrificado depois de quebrar a pata no Rodeio de Richmond, na Nova Zelândia.

Um vídeo filmado no momento do ocorrido é preocupante. No vídeo o locutor diz: “Ele tem um pulador!” com grande entusiasmo. Isso é o que eles querem ver, um touro empurrado para além de sua capacidade, apenas para testar a capacidade do peão de se segurar. Quanto mais vigorosamente o touro pula mais pontos ganha o peão um touro se debatendo também está em risco de sofrer lesões graves, distensões, e danos nas pernas e nas vértebras.

Uma petição para proibir tais eventos cruéis em toda a Nova Zelândia foi assinada por 35.000 pessoas depois que ela foi criada por organizações de direitos dos animais.

Leia mais

Treinador de cavalos que puxam charretes admite enforcá-los e espancá-los

charreteOs cavalos explorados para puxar charretes em Nova York continuam a enfrentar a violência em alguns casos, vinda de seus próprios cuidadores.

O site sobre direitos dos animais, Their Turn, recentemente publicou trechos do livro de memórias do treinador de cavalos explorados para puxar charretes Norman Martin, A Tough Son of a Gun.” No livro, Martin descreve seus métodos para domar os cavalos sob seus cuidados – inclusive batendo-lhes com um “dispositivo disciplinar.”

[O dispositivo disciplinador] é um pouco mais forte e arde um pouco mais do que um chicote para os cavalos com a pele mais espessa”, escreve Martin. “Mas eu só o uso se eu tenho que quebrar  atitudes e hábitos fortemente arraigados.”

Leia mais

O município de Córdoba não vai mais subsidiar touradas

touradaO Conselho do município de Córdoba, na Espanha, aprovou, com votos a favor dos partidos PSOE, IU e Ganemos, uma proposta do último grupo sobre a proibição de espetáculos onde há maus-tratos a animais, particularmente espetáculos de circos e de feiras que também acaba com os subsídios às touradas.

A moção provocou grande oposição entre os grupos dos partidos PP, Ciudadanos e Unión Cordobesa, uma vez que fala do “não-financiamento de eventos públicos com animais, que incluam maus-tratos, no contexto das competências municipais .

Leia mais

Pesquisa mostra que apoio dos espanhóis às touradas caiu

touradasO apoio às touradas caiu de 30% para 19% em menos de três anos na Espanha. 

A pesquisa foi encomendada pela organização internacional de proteção animal World Animal Protection, presente em 5 continentes e colaboradora da plataforma La Tortura No És Cultura.

84% dos entrevistados entre 16 e 24 anos de idade afirmaram ter pouco” ou “nenhum” orgulho de viverem em um país onde a tourada é uma tradição cultural.

Uma nova pesquisa de opinião sobre touradas na Espanha, realizada na véspera das eleições gerais, revela uma queda drástica no apoio dos espanhóis a esta atividade, além de uma forte oposição contra outras festas e festivais.

Leia mais

Ministro Marco Aurélio será o relator da ação que pede o fim da vaquejada

VaquejadaA Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4983 que trata do fim da vaquejada em todo o Nordeste, que será julgada pelo Supremo Tribunal Federal, já tem como relator o ministro Marco Aurélio Mello. O caso será julgado quando o STF voltar do recesso, que termina no fim deste mês de janeiro.

A ação foi movida pela Procuradoria da república no Estado Ceará, que questiona a Lei 15.299/2013, que regulamentou no âmbito estadual a vaquejada como “prática desportiva e cultural”.  A ação alega que laudos técnicos comprovam danos aos animais.

Ainda fundamenta ação da Procuradoria da República que, “segundo a jurisprudência do STF, o conflito de normas constitucionais se resolve em favor da preservação do meio ambiente quando as práticas e os esportes condenam animais a situações degradantes, como é o caso”.

Leia mais

Partido vai propor que Córdoba não financie mais touradas

touradasO partido Ganemos Córdoba levará ao plenário uma moção de bem-estar que animal, que embora não cite expressamente as touradas, afirma que o município de Córdoba, na Espanha, não financie espetáculos públicos que maltratem animais”.

O porta-voz adjunto do Ganemos Córdoba, Alberto de los Rios, deixou claro ontem quais são as intenções de seu partido. Eles pedem ao município para não fornecer fundos para a realização de “nenhum espetáculo com animais, muito menos aqueles que os maltratam. E os maus-tratos das touradas estão inclusos; claro.

Leia mais

Associação quer barrar rodeios em Americana e Jaguariúna, SP

rodeioA ABNTP (Associação Amor de Bicho Não Tem Preço) anunciou que entrará com representações no MPE (Ministério Público Estadual) contra a realização dos rodeios de Americana e Jaguariúna neste ano. Segundo a presidente da ONG, Claudia de Carli, o veto da Justiça a duas provas em Barretos – vaquejada e laço – será incluído no texto como argumentação. Carli afirmou que as representações serão protocoladas na semana que vem.

A organização já fez denúncia contra o rodeio de Americana em 2014, mas ela foi indeferida. “Barretos é uma grande vitória, porque nunca ninguém conseguiu barrar nada lá, então vamos tentar de novo nas cidades da região”, afirmou a voluntária. Ela diz que incluirá, também, laudos de veterinários que apontam a violência contra os animais nas provas.

Leia mais

Facebook inclui touradas e caça como razões para excluir imagens

touradaO Facebook tem sido criticado por censurar fotos de nus artísticos, mas deixava mostrar fotos de conteúdos violentos, tais como execuções, atos de guerra ou terrorismo, ou imagens e publicações relacionadas com o maltrato de animais, como touradas e caça.

Diante das críticas, as regras sobre os conteúdos que o Facebook permite foram mudadas recentemente, e agora as imagens de violência aos animais são razão para denunciar uma publicação, podendo levar ao encerramento de uma página por violar as regras repetidamente, uma regra que se refere a atividades como as touradas e a caça.

Leia mais

Cáceres ficará novamente sem touradas

touradaJosé María Garzón, gerente da empresa Lances de Futuro, disse que é inviável”  continuar a exploração da praça de touradas de Cáceres, na Espanha. “Da forma como estão as especificações da licitação, não é rentável. Você sabe quando você pode continuar ou não“, disse ele, um dia depois de a companhia tornar pública sua renúncia pela continuação do contrato. A empresa poderia ter prorrogado o contrato até março de 2018, mas renunciou a prorrogação.

A praça de touradas não tem estabilidade na sua gestão. As últimas empresas pararam de operar antes do final do contrato ou suas prorrogações. A Intertauro interroumpeu o contrato após um festival em que foram vendidas menos de 500 entradas, a Torosanda fez uma feira na qual não foi atingida nem a metade da capacidade da praça. E a Lances de Futuro interrompeu o contrato porque não acha rentável seguir as condições da licitação.

Leia mais

Supremo Tribunal mantém proibição de Jallikattu na Índia

jallikattuO Supremo Tribunal da Índia suspendeu a notificação do Ministério do Meio Ambiente, Floresta e Mudanças Climáticas que permitia a realização de eventos como o jallikattu e as corridas de touros, apesar de uma decisão do Supremo Tribunal que categoricamente declarou que tais eventos não podem ser permitidos. Isto significa que esses tipos de eventos atualmente não podem ser realizados.

O progresso vem em resposta a várias petições urgentes apresentadas ao tribunal lideradas pelo órgão consultivo do Conselho de Bem Estar Animal da Índia (AWBI) e apoiadas pela PETA Índia, pela Federação Indiana de Organizações de Proteção Animal (Fiapo) e pela Compassion Unlimited Plus Action (CUPA) contra a notificação. Além disso, os indivíduos Sowmya Reddy, Radha Rajan e Gauri Maulekhi apresentaram petições contra essa notificação. Todas essas petições pedem ao tribunal para derrubar a notificação permitindo o uso de touros em eventos como o jallikattu em Tamil Nadu e as corridas de carro de boi em outras partes do país.

Leia mais

TJ-SP mantém proibição a prova de laço e vaquejada no rodeio de Barretos

prova de laço em duplaO Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu, por unanimidade, manter a proibição a qualquer tipo de prova de laço ou vaquejada no município de Barretos. O pedido foi feito pelo procurador-geral de Justiça de São Paulo em Ação Direta de Inconstitucionalidade requerendo a revogação de lei que permitia as práticas.

Segundo o desembargador Péricles Piza, relator da ação, a norma em questão, que permite as atividades, “não se coaduna com os preceitos constitucionais vigentes. Isto porque, o ordenamento pátrio procurou zelar pela preservação do meio ambiente, consubstanciado em sua fauna e flora, rechaçando qualquer tipo de crueldade contra animais”.

Leia mais

Festas de Santo Antônio Abade em Madrid serão anti-touradas

anti-touradaA programação que a equipe do partido Ahora Madrid preparou para celebrar o festival tradicional de Santo Antônio Abade já é conhecida. Após o discurso de abertura pelo escritor Elvira Lindo, o distrito Centro de Madrid vai sediar três noites de oficinas, debates e shows infantis dedicados à conservação de espécies, ao “não” às touradas, à adoção responsável e ao respeito pelos os animais.

O que não é mencionado no programa de atividades organizadas pelo conselho são as missas tradicionais nas quais a cada ano os animais de companhia recebem bençãos. No entanto, da apresentação vai participar o Padre Angel, pároco da Igreja de Santo Antônio Abade, assim a Igreja é representada no tradicional feriado e é esperado que as missas continuem sendo realizadas, desta vez fora do folheto municipal . Acompanharam o pároco na apresentação de manhã o Conselheiro de Meio Ambiente, Inés Sabanés, o vereador George Brown, e um representante dos Ecologistas em Ação.

Leia mais

Lei que proibe carroças e charretes no RJ tem brechas

charretes petropolis

Charretes em Petrópolis continuarão liberadas.

O uso de animais para transporte de materiais, cargas ou pessoas passa a ser proibido no Estado do Rio. É o que determina a lei 7.194/16, sancionada pelo governador do Rio. De autoria do deputado Dionísio Lins, a norma não se aplica aos animais utilizados em áreas rurais e turísticas. Por causa dessa brecha os animais explorados para puxar charretes na Ilha de Paquetá, em Paraty e em Petrópolis e aqueles explorados para carregar humanos nas costas na Praça Xavier de Brito, na Barra da Tijuca, por exemplo, continuarão sendo explorados e tratados como escravos de pessoas que acham que equinos são veículos e existem para “lazer” e para carregar humanos.

Leia mais

Retrocesso: Índia revoga proibição de Jallikattu

jallikattuO governo da Índia revogou a proibição dos espetáculos com touros através de uma ordem questionada por ativistas de defesa animal, que consideram que transgride a proibição ditada pela Corte Suprema, e a poucos dias do início de um festival que acontece no país, o Jallikattu.

Em uma notificação publicada hoje, o Executivo indiano suspende a proibição estabelecida pelo Ministério do Meio Ambiente em 2011 e volta a autorizar o uso destes animais em espetáculos “praticados tradicionalmente (…) ou como parte da cultura”.

A ordem cita expressamente o “Jallikattu” em Tamil Nadu, uma espécie de rodeio que é bastante popular neste estado e que começa na próxima semana.

Leia mais

Ativistas protestam contra o rodeio de Whangarei

manifestação contra rodeioAtivistas protestaram contra o rodeio de Whangarei na Nova Zelândia.

A porta-voz da Direct Animal Action, Kathleen Lafferty, diz que se sentiu apoiada pela população e que recebeu o apoio de transeuntes.

“Sabemos que os neozelandeses não gostam de crueldade contra animais. Uma petição apoiada pela SPCA recebeu cerca de 30.000 assinaturas e uma sondagem mostrou que 89% da população quer que rodeios sejam proibidos“, diz ela.

Leia mais

STF pode proibir as vaquejadas em todo o país

vaquejadaA vaquejada está na berlinda e pode ser proibida no país, assim como foi a farra do boi em Santa Catarina.

O Supremo Tribunal Federal vai analisar este ano uma lei do Estado do Ceará que tipifica o evento como um esporte. Lá houve manifestações em contrário e por isso mesmo houve recurso popular contra a lei. O recurso foi parar no STF.

A matéria deve ser analisada ainda no primeiro semestre deste ano. Se por acaso o Supremo entender que a lei é inconstitucional a vaquejada deverá ser proibida.

Leia mais

Prefeito de Silla não autoriza corridas de touros

corridas de tourosO novo governo do município de Silla, na Espanha, continua contra as corridas de touros no município. Desde o primeiro momento o governo local tratou de impedir que estes eventos ocorram, e no último decreto do prefeito ele se recusa a autorizá-los.

Por ocasião da festa de São Sebastião, que acontecerá no dia 20 de janeiro, os clubes de touradas organizam festejos  que se unem a Feira Comercial e Agrícola. Para 2016, a intenção dessas associações locais era de soltar novamente touros pelas ruas. No entanto, elas não têm a aprovação do governo do município.

Leia mais

Tuxtla Gutiérrez proíbe touradas

touradaO prefeito do município de Tuxtla Gutiérrez, no México, Fernando Castellanos Cal y Mayor, anunciou que a partir de janeiro de 2016 estão proibidas as touradas no município que é capital do estado de Chiapas.
Também haverá penalidades para maus-tratos a animais, isto graças à entrada em vigor do Comunicado da Polícia e do Governo.
No entanto, isto infelizmente não se aplica a rinhas de galos. Portanto, esta atividade vai continuar sendo permitida pois não foi contemplada pelo Comunicado da Polícia e do Governo.

Leia mais

Cavalo morre em rodeio na Nova Zelândia

RodeioUm cavalo foi sacrificado no rodeio de Te Anau, na Nova Zelândia, no dia 30 de dezembro de 2015 depois de ter ficado preso em uma cerca e ter danificado parte de seu machinho (uma junta que cavalos têm nas patas) e quebrado parte do seu casco, como relatado no The Southland Times.
A morte do cavalo segue a morte de dois touros durante a temporada 2014-2015 de rodeios na Nova Zelândia.

Este animal morreu puramente para que as pessoas possam se divertir um pouco, mas isso realmente não é divertido para os animais“, diz Hans Kriek, diretor-executivo da ong SAFE. “Quando as pessoas aprendem sobre as questões de bem-estar animal, a maioria do público discorda completamente deste tratamento brutal de animais rodeio tem que acabar.”

Leia mais

Ativistas querem acabar com a Kambala, corrida de búfalos na Índia

KambalaAs Kambalas, corridas de búfalos que acontecem no litoral de Karnataka, na Índia, atraíram a revolta de grupos de direitos dos animais por ser cruel com os búfalos. A primeira corrida da temporada 2015-2016 ocorreu no dia 21 de novembro de 2015. Em 18 de dezembro de 2015, o Conselho de Bem-Estar Animal da Índia (AWBI) pediu ao governo de Karnataka que as corridas com animais sejam banidas.

Autoridades dizem que o evento continua a ser realizado baseado nas diretrizes emitidas pelo Departamento de Bem-Estar Animal e Ciências Veterinárias (DAHVS) do governo do estado.

O AWBI escreveu ao Secretário-Chefe do estado “para tomar medidas pelo cumprimento das ordens da Suprema Corte na proibição de corridas com animais”. A carta segue uma denúncia feita pela PETA da Índia.

Leia mais

Ativistas protestam contra rodeios na Nova Zelândia

Protesto contra rodeiosApesar do rodeio Warkworth, que iria começar no dia 1º de janeiro, ter sido cancelado devido às chuvas, os ativistas fizeram o que haviam planejado e saíram na chuva para protestar contra a crueldade com animais.

Cerca de 40 ativistas do grupo Direct Animal Action se reuniram em frente à arena vazia, no dia 1º de janeiro, pedindo ao governo para proibir rodeios na Nova Zelândia.

“Independentemente do cancelamento do rodeio de Warkworth, a temporada de rodeio continua em todo o país e os animais ainda estarão sofrendo. Temos mais protestos planejados“, diz a porta-voz do grupo Kathleen Lafferty.

Leia mais

Comissários de Missoula dizem não para corridas de cavalos em feira

corridas de cavalosOs comissários do condado de Missoula, nos EUA, votaram contra um movimento pela volta das corridas de cavalos no Missoula County Fairgrounds, dizendo que o público já tinha investido muito tempo e dinheiro em escrever um novo futuro para a propriedade conturbada.

Em uma contenciosa votação de 2-1, os comissários Jean Curtiss e Rowley Cola negaram um pedido do Western Montana Turf Club para restaurar as corridas por quatro dias durante a Feira de Western Montana de 2016.

Leia mais

Ativistas exigem destinar arena de touradas a atividades ludicas

Manifestação contra touradas na Praça de Touros El Bibio.

Manifestação contra touradas na Praça de Touros El Bibio.

A Associação Nacional Animais com Direitos e Liberdade (Anadel) apresentou à prefeitura de Gijón uma carta pedindo a suspensão do processo de licitação para a operação e organização de touradas na Praça de Touros El Bibio, em Gijón, na Espanha. A Anadel ecoou o sentimento crescente de defender e proteger os direitos dos animais da sociedade de Gijón e, portanto, pediu a anulação da licitação para realizar touradas na cidade. Além disso, pediram que a praça El Bibio seja destinada a atividades de natureza cultural, recreativa e cívica com vista a toda a sociedade de Gijón e Asturias.

Leia mais

Abolir os bous embolats é uma das prioridades do prefeito de Valência

Erradicar práticas de bous al carrer menos bous embolatsrespeitosas com os animais, como é o caso dos bous embolatsé uma das prioridades do governo municipal de Valência, na Espanha, liderado por Joan Ribó que no dia 23 de dezembro deu mais um passo na aprovação de uma proposta completa “para convergir o lazer e o entretenimento com respeito aos animais“.

Leia mais

Cerca de 5 mil equinos devem ser assassinados no Ceará

equinosDevido a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre o Ministério Público do Ceará (MPCE) e a Agência de Defesa da Agropecuária do Estado (Adagri), mais de 5 mil equinos serão mortos no Ceará.

Há cerca de um ano, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Ceará (CRMV-CE) denunciou ao MPCE o uso de métodos cruéis para matar cavalos com anemia infecciosa equina e mormo.

Leia mais

Animais não serão explorados no desfile de reis de Valladolid em 2016

Desfile de reisO Desfile de Reis de Valladolid, na Espanha, pela primeira vez não terá animais. O prefeito Oscar Puente decidiu abolir os cavaleiros e a Polícia Municipal não desfilará com cavalos.

“A explicação para o não uso de cavalos é que já não há polícia montada na cidade e que o uso de animais em um espetáculo público, às vezes gera algumas discussões“, defendeu o prefeito, o socialista Oscar Puente, durante a conferência de imprensa na qual ele apresentou o espetáculo.

Leia mais

PACMA coleta 6.000 assinaturas para acabar com os burro-táxis em Mijas

Espanha_Mijas_burro_taxisO relatório apresentado contém uma análise veterinária e outra jurídica e expõe mais de cinco irregularidades práticas, além de incluir as condições insalubres nas quais se encontram os animais.

O Partido Animalista Contra el Maltrato Animal (PACMA) apresentou no dia 18 de dezembro, à cidade de Mijas, em Málaga, na Espanha, seis mil assinaturas de cidadãos pedindo o fim do serviço de burro-táxi para evitar novos casos de abuso de animais.

Leia mais

Câmara proíbe carroças e vereador pede força-tarefa em João Pessoa

carroçasO vereador Bruno Farias (PPS) disse, nesta sexta-feira, em entrevista à MaisTV (do portal MaisPB), que a Prefeitura de João Pessoa deverá fazer a fiscalização do uso de carroças nas ruas, uma vez que elas foram proibidas na zona urbana (após votação na Câmara dos Vereadores). Ainda aguardando sanção do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), o projeto de autoria de Bruno Farias evita a exploração infantil e os maus-tratos contra animais explorados para puxar carroças e também garante maior mobilidade nas vias de maior acesso de veículos automotores. A fiscalização pela PMJP, conforme Bruno, deverá envolver uma ‘força-tarefa’, para multar os carroceiros (em 10 UMFs e 20 UMFs), apreender os animais e até impedir em definitivo a concessão ao infrator de novo alvará para uso de carroça ou qualquer outro veículo com tração animal.

Leia mais

O município de Xeraco, na Espanha, não vai autorizar corridas de touros

corridas de tourosO município aprovou, com os votos a favor da formação do Governo (Compromisso PSOE e Muda Xeraco) e com as abstenções do PP, a moção proposta e apresentada pelo partido Muda Xeraco para que o município se declare contrário aos maus-tratos a animais.

O moção, que foi acordada entre os parceiros do governo, não permite a autorização de festivais taurinos na cidade, tais como, corridas de touros, os Bous al Carrer e os Toros Embolados. Como explicou o porta-voz do Muda Xeraco, Ivan de los Angeles, com a moção não só se busca proibir esses festivais, mas também “promover atividades que não envolvam o sofrimento dos animais.”

Leia mais

20 cavalos morreram no hipódromo Emerald Downs nos EUA em 2015

cavaloAtravés de um pedido FOIA (Freedom of Information Act, lei que garante o acesso da população a certas informações nos EUA) à Comissão das Corridas de Cavalos de Washington, a Horseracing Wrongs confirmou a morte de vinte animais nas pistas no hipódromo Emerald Downs em 2015.

As seguintes mortes foram confirmadas:

Mac’shouseofhearts, 3 anos de idade, foi morto no dia 15 de fevereiro durante treinamento para corrida de cavalos.
Motivo: Fratura do úmero.

Mr. Top Kat, 6 anos de idade, foi morto no dia 17 de maio durante uma corrida.
Motivo: Fratura sesamóide.

Konowoc Pass, 9 anos de idade, foi morto no dia 28 de maio durante treinamento para corrida.
Motivo: Fratura do carpo (correu pela última vez em janeiro de 2010).

Sir Riley, 4 anos de idade, foi morto no dia 27 de junho durante uma corrida.
Motivo: Fratura sesamóide.

Berts Carchy, 5 anos de idade, foi morto no dia 12 de julho durante uma corrida.
Motivo: Erosões cartilaginosas.

Leia mais

Ativistas são agredidos por impedir toro embolado em Olocau del Rey

A cada ano festivais taurinos são realizadas em Arañuel, uma cidade de Castellón, na Espanha.

ativista agredito ao impedir toro emboladoEste ano, um grupo independente de ativistas antitouradas fizeram uma chamada pelas redes sociais para que pessoas fossem a Arañuel a fim de evitar o toro embolado de ser realizado. A cidade ecoou a convocação anti-taurina, chamando por sua vez a taurinos da própria cidade e de cidades vizinhas para apoiar o evento e tornando público que 100 membros da Guarda Civil estariam presentes naquela noite.

Burlando este dispositivo, ativistas anti-touradas foram a uma cidade vizinha nas proximidades, onde também realiza-se o toro embolado na mesma noite, mas uma hora e meia antes de Arañuel.

Leia mais

Tribunal analisará o caso das corralejas na Colômbia

corralejaO Tribunal Internacional dos Direitos da Natureza estudará o caso das corralejas (“festas” nas quais touros e cavalos são torturados, semelhantes a touradas) na Colômbia por possíveis violações aos direitos dos animais.

Além disso, abrirá a possibilidade de receber novos casos relacionados com o uso de animais em espetáculos e na indústria agropecuária, de acordo com a Declaração dos Direitos da Mãe Terra (2010).

No dia 5 de dezembro, o grupo de ações públicas da Universidade Javeriana e a AnimaNaturalis Internacional apresentaram o “Caso das corralejas na Colômbia: violação dos direitos dos animais”, na terceira sessão do Tribunal realizada no marco da Conferência do Clima COP21 em Paris. Isso abre um importante cenário de diálogo global sobre os direitos da natureza e o trato aos animais.

Leia mais

Fotos angustiantes mostram como é a vida para milhões de burros

Paquistao_vida_burrosÉ um número impressionante. Há 112 milhões de cavalos, burros e mulas que trabalham ao redor do mundo, carregando cargas pesadas de água, madeira, tecidos, comida, até pessoas em suas costas.

Puxando carroças de peso extraordinário atrás deles. Atravessando terrenos inacessíveis em condições impiedosas em regiões subdesenvolvidas em do mundo.

Eles são os trabalhadores invisíveis, diz The Brooke, uma organização que luta pelo bem-estar dos equinos trabalhadores. The Brooke observa que existem 12,9 milhões de equinos trabalhando no México, 15 milhões na China, 9 milhões na Etiópia e mais de 5 milhões no Paquistão.

Leia mais

Projeto de arrecadação promete acabar com charretes em Paquetá

charreteUma reunião realizada nesta segunda-feira selou o destino das charretes da ilha de Paquetá.

O encontro contou com a presença do presidente da Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da OAB-RJ, Reynaldo Velloso, e membros da Associação de Charreteiros de Paquetá. Foi decidido que uma grande campanha de arrecadação de fundos para aquisição de carros elétricos será realizada. O objetivo é substituir as charretes.

Segundo Velloso, o projeto está longe de ser somente um sonho e pode perfeitamente ser viabilizado, com supervisão do Ministério Público na arrecadação e na compra de equipamentos.

Leia mais

Cavalo morre em corrida no hipódromo Parx na Pensilvânia

cavalo morre em hipódromoNão há um único dia no calendário das corridas de cavalos desprovido de mutilação e/ou destruição. O equino The Red Baron, de 3 anos de idade, entrou em colapso no dia 14 de dezembro no Parx, e foi sacrificado. O Parx é um casino e hipódromo situado na cidade de Bensalem, no estado da Pensilvânia, nos EUA.

No mesmo dia no Zia, no estado do Novo México, nos EUA, a potra de 2 anos de idade chamada Riveting Rosie foi forçada a competir em uma corrida pela segunda vez, se feriu e teve que ser retirada da pista por uma ambulância. Em sua primeira corrida, no dia 25 de novembro ela também teve que ser retirada da pista por uma ambulância.

Leia mais

Cidade na Espanha proíbe os carrosséis de pôneis

Espanha_Valencia_proibe_poneis_feirasA Comissão do Governo de Sagunto aprovou no dia 27 de novembro a proibição da utilização de carrosséis de pôneis em atos festivos gerenciados, promovidos ou patrocinados pela cidade, tanto em festas de bairro ou festas típicas, mercados ou feiras, informou a assembleia.

A Conselheira de Festas, María Giménez, explicou que esta atividade maltrata os pôneis devido à repetição circular a que eles estão sujeitos, o que provoca doenças vertebrais por causa dos fixadores e pelo peso das selas, somada as condições higiênicas, visto que os animais realizam suas necessidades fisiológicas sobre o pavimento de madeira.

Leia mais

Vereador cria projeto de lei que proíbe rodeio em Atibaia – SP

rodeio em AtibaiaProjeto de lei do vereador  Prof. Rodrigo Parras  prevê a proibição de rodeios, vaquejadas e farras do boi em Atibaia.

A proposta também a assinatura dos vereadores Paulo Jesus, Paulo Catta Preta, Jorge de Jesus Silva, Daniel Martini e Dr. Ubiratan.
O vereador Prof. Rodrigo destaca que o principal objetivo do projeto de lei é a manutenção do bem-estar dos animais utilizados nos rodeios, especialmente quanto à integridade física e mental.

Leia mais

Em meio a críticas CCJ aprova projeto que declara rodeios como cultura

rodeioEm meio a críticas a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, em caráter conclusivo, proposta que concede status de patrimônio cultural nacional ao rodeios e às vaquejadas.

A matéria seguirá agora para análise do Senado, a menos que haja recurso para que seja examinada antes pelo Plenário da Câmara.

A proposta aprovada causa polêmica porque a CPI dos Maus-Tratos discute justamente a proibição dos rodeios e vaquejadas e também devido a crueldade de tais eventos. Além disso em votação no site Vote na Web a maioria das pessoas que participaram da enquete realizada pelo site votou contra a aprovação do projeto.

Leia mais

Vereadores de Carapicuíba tentam trazer rodeios de volta à cidade

vereadores a favor de rodeios em carapicuíba

Motivo$ para $orrir $ó pra ele$ e os organizadore$ de rodeio$, pois aos animais explorados  só resta o sofrimento.

Como se não houvesse demandas sociais suficientes  e urgentes na  esquecida cidade Carapicuíba/SP, os vereadores  Carlos Japonês, Serginho da Sabesp e  Jefferson Macêdo, mesmo com a câmara em recesso, não descansam enquanto não conseguirem trazer os nefastos rodeios de volta ao município.

A tentativa de aprovar na surdina o projeto de lei 2098/2015 de autoria de Carlos Japonês, que revoga a proibição do rodeio na cidade, durante o recesso legislativo não logrou êxito e o movimento de defesa animal acompanha de perto cada passo desta escandalosa história.

Leia mais

Rodeio de Americana é alvo de investigações

RODEIONem só animais são prejudicados nos ilegais rodeios que assolam o país. A Câmara de Americana aprovou ontem um requerimento do vereador Luiz Carlos Cezaretto, o Luiz da Rodaben (PP), por meio do qual o Corpo de Bombeiros, o CCA (Clube dos Cavaleiros de Americana) e a Secretaria de Obras Públicas e Serviços Urbanos foram convidados a ir ao Legislativo para prestar esclarecimentos sobre as condições de segurança na Festão do Peão deste ano.

Para o vereador, a organização “burlou a lei”. No documento, o parlamentar questiona a falta de AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro) e Alvará de Funcionamento do recinto nas quatro primeiras horas do primeiro dia do evento. Órgãos fiscalizadores apresentam informações diferentes a respeito do assunto (leia texto ao lado).

Leia mais

Justiça proíbe instrumentos de tortura em Rodeio de Santa Gertrudes

rodeioO rodeio que estava previsto para acontecer entre os dias 21 a 24 de maio de 2015, foi questionado na ação civil pública ação civil pública 1003244-20.2015.8.26.0510 proposta pela AEPA Associação Educativa de Proteção Animal, contra Estado de São Paulo, Município de Santa Gertrudes/SP e Eventos e Promoções Country Torrinha Ltda. empresa organizadora do evento.

Leia mais

“Blackout” não cala protesto contra rodeio ilegal em Itanhaém

Mesmo sob “blackout” ordenado pela presidência da câmara durante sessão legislativa, manifestação contra rodeio ilegal apoiado pela prefeitura de Itanhaém ganha força e vai até a casa do prefeito. Pelo menos uma centena de moradores, ativistas e protetores de animais de Itanhaém  e cidades vizinhas lotaram o plenário da câmara municipal da Itanhém contra o uso de animais no rodeio da cidade na sessão do dia 13/04/2015.

Os manifestantes, que chegaram durante o intervalo da sessão, mal tiveram tempo de expor as atrocidades com bezerros  e cavalos  e ilegalidades que o evento programado para acontecer entre os dias 18 e 21 de abril no aniversário da cidade irá promover.

Leia mais

Chuva de e-mails em defesa de bezerros e cavalos no rodeio de Itanhaém

Ajude mesmo à distancia! Use o formulário no fim da notícia para que a mensagem de repúdio ao rodeio seja enviada a TODOS políticos da cidade de Itanhaém/SP!

Marco Aurélio - PSDB - Itanhaém

Prefeito segue a risca lição deixada pelo antecessor: Promover a exploração animal e fazer muito pouco pelos animais abandonados da cidade

Comandada pelo prefeito Marco Aurélio Gomes dos Santos (PSDB), a prefeitura de Itanhaém/SP está promovendo junto com empresários mais um espetáculo de exploração animal para comemorar o aniversário da cidade.

Apesar da imensidão de leis (incluindo a própria lei orgânica da cidade) que proíbem maus tratos animais, e em especifico, o decreto estadual 40.400/95 que veda rodeios em perímetro urbano em todo estado de SP, o prefeito Marco Aurélio segue confiante para que a “festa de peão de Itanhaém” se concretize.
Serão dezenas de cavalos que serão submetidos a famigerada prova dos três tambores, na qual chicotadas e esporadas acontecem no lombo e baixo ventre destes indefesos animais, numa tentativa de transformar cavalos em verdadeiros carros de corrida.

Leia mais

Prefeitura de Mongaguá tentou coibir manifestação contra rodeio ilegal

confusaoA prefeitura de Mongaguá, representada pelo prefeito Artur Parada Prócida (PSDB), esta promovendo um rodeio no aniversário da cidade com a famigerada prova dos três tambores, na qual nossos irmãos cavalos são usados como maquinas de velocidade, a base de esporadas no baixo ventre e fortes chicotadas no lombo.

Convocou-se uma  manifestação seguindo o que manda a  constituição federal para expor  todas as ilegalidades que serão cometidas para que o circo de horror se monte, chamado pelos organizadores e pela prefeitura como uma inocente “festa de peão”.Todo um aparato da prefeitura municipal  foi montado para sufocar a manifestação.

Leia mais

Prefeitura de Mongaguá/SP promove rodeio ilegal na cidade

 

mongagua_rodeioO prefeito de Mongaguá, Artur Parada Prócida, está apoiando com veêmencia a 1ª Festa do Peão de Mongaguá, que terá um rodeio ilegal, nos dias 04, 05, 06 e 07 de dezembro, como pode ser visto no site oficial do evento (http://www.festadopeaodemongagua.com.br/), e até a capa da fanpage da da prefeitura  no facebook faz propaganda do evento!

Leia mais

Grupos de defesa animal se unem para barrar rodeio em Santana do Parnaíba

rodeioAtivistas e protetores da região souberam de um rodeio a ser realizado no aniversário de Santana de Parnaíba de 13 a 16 de novembro, com o nome de Santana de Parnaíba Rodeo Festival 2014.

Depois de pesquisarem a origem e organização do evento, descobriram que em 2013 foi votada e aprovada uma lei na Camara Municipal que autorizava a realização de rodeios e vaquejadas no municipio. A lei é de autoria do vereador Nilson Cadeirante-SDD (email: martinsnil@hotmail.com).

Leia mais

Vitória! Rodeio é cancelado e dias de shows reduzidos em São Vicente/SP

CENTRO CONVENÇOES CRED LUIZ TORRES DL rodeio canceladoO evento que foi anunciado no final do mês de Setembro como primeiro rodeio indoor e  que seria  realizado dentro de um prédio público municipal, previsto para dia 23 a 26 de outubro, no Centro de Convenções de São Vicente foi vedado pela própria prefeitura que voltou atrás após o fato ganhar repercussão por toda baixada santista.

Leia mais

Prefeito de São Vicente autoriza rodeio ilegal

rodeioO Prefeito de São Vicente, Luís Claudio Billi (PP), autorizou um rodeio ilegal na cidade, através do evento chamado Rodeo Fest show. O evento está previsto para dia 23 a 26 de outubro, no Centro de Convenções de São Vicente, prédio publico que pertence a prefeitura.

Leia mais

São José do Rio Preto sediará debate contra rodeios em outubro

 

Em resposta a movimentação de grupos  a favor da exploração de animais em rodeios, que aconteceu no dia 17 de      setembro de 2014,  na Câmara Municipal do São José de Rio Preto – SP, grupos de defesa animal já se  mobilizam para rebater a altura qualquer movimentação que ponha em xeque a vida dos inocentes animais  que são utilizados nesses sombrios eventos.

Leia mais

Rodeios enfrentam redução constante de público no estado de São Paulo

De acordo com artigo da Folha de São Paulo, os rodeios enfrentam redução de público e buscam diversificar as atrações na tentativa de frear esta redução.

A queda de frequentadores atinge aquelas que são consideradas as “festas” mais tradicionais – Barretos, Americana, Limeira e Jaguariúna.
Entre os motivos apontados para a diminuição está a ação de entidades de proteção animal.

Leia mais

Mais 2 rodeios são barrados em São Paulo no mês de agosto

RODEIO-002Durante a semana,  a justiça de São Paulo , liminarmente , proibiu o uso de vários instrumentos causadores de maus-tratos animais em 2 rodeios no Estado, Mineiros do Tietê e no dia 21 o de Rio claro.Sem os referidos instrumentos inviabiliza-se qualquer prova de montaria ou Três tambores.Uma vez que os animais apenas pulam e  correm por conta dos maus-tratos causados por esses instrumentos.

Leia mais

Ativistas de Chapecó (SC) mobilizam-se pelo fim dos rodeios ( vídeo)

Ativistas realizam movimento contra a realização de rodeios na cidade de Chapecó (SC) após vídeo flagrar maus-tratos como peões pisando, chutando, cutucando e puxando o rabo de animais para agitá-los e estressá-los antes da entrada na arena. As informações foram enviadas para o grupo ativista local, o SementeS, que está dando continuidade na denúncia. Abusos como esses são comuns nas práticas de rodeios no mundo inteiro. Assine aqui a petição pelo fim dos rodeios em Chapecó.

Leia mais

Justiça mantém no ar página que critica realização de rodeios em Piracicaba

Empresa organizadora desses eventos sentiu-se prejudicada por citações e comentários na rede social, mas não conseguiu tirar a página do ar. SP piracicaba rodeios.

rodeio

Divulgação

Leia mais

Prefeitura de Osasco e Organizadores do Festival Sertanejo 2013 serão multados em R$ 300.000 por utilizarem animais e instrumentos de maus-tratos em suposto “festival”

jorge lapas

A “ousadia” do Prefeito Jorge Lapas e dos organizadores do 18º festival sertanejo de Osasco em transgredir leis e até a própria Constituição para realizar provas de rodeio e outras formas de exploração animal acabará custando caro para os cofres públicos da cidade de Osasco.

Leia mais

Mesmo após proibição pela justiça, Prefeito Jorge Lapas e Clube dos Cavaleiros descumprem decisão judicial e realizam provas com maus-tratos aos animais no 18º festival sertanejo de Osasco.

festival_sertanejo_osasco

Com muito esforço e praticamente sós, o coletivo Odeio Rodeio em parceria com a ONG Saúde Animal impetraram na última quinta-feira,10/10/2013, uma ação civil pública com pedido de liminar visando a proibição de animais no 18º ‘’Festival Sertanejo’’ de Osasco, que junto com a prefeitura de Osasco, por meio do prefeito Jorge Lapas, iria promover provas de atrelagem, três tambores, hipismo rural e até uma prova com bezerros, o team penning.

 

Leia mais

Nem os bezerros escapam da exploração animal promovida pelo Prefeito Jorge Lapas !

festival sertanejo osasco

Como se já não bastassem as três provas que foram divulgadas pela organização do “Festival Sertanejo” de Osasco, esta semana, a própria prefeitura da cidade, representada pelo atual Prefeito, Jorge Lapas, deu mais um impulso à “festa” da tortura e sofrimento animal.

Leia mais

Desmascarado “Festival Sertanejo” de Osasco .Prefeitura e organização do evento burlam leis para realizar provas com animais.

festival sertanejo de osasco

 

Eles bem que tentaram esconder da sociedade osasquense a volta da exploração animal para a cidade.Com uma nota muito tímida no site oficial (http://www.festivaldeosasco.com.br/programacao.html  ) os leitores mais atentos notavam que dezenas de animais voltariam a ser explorados em nome do lucro de poucos e o pior, com o apoio total da prefeitura municipal por meio de seu representante, prefeito Jorge Lapas.

Leia mais

Primeiro grande ato contra a exploração de animais no festival sertanejo de Osasco (SP) de 2013

Nesta sexta-feira, dia (20), na cidade de Osasco (SP), haverá um protesto itinerante (convocado pelo Coletivo OdeioRodeio e outros grupos de defesa animal) contra a  exploração de animais no Festival Sertanejo de Osasco. A manifestação se concentrará inicialmente no largo de Osasco, subirá pelo calçadão da cidade/Rua Antônio Agú, atravessará a Avenida dos Autonomistas com parada na Câmara Municipal e de lá seguirá para a Prefeitura ao encontro do Prefeito Jorge Lapas.

rodeio-Osasco-SP

Como é da ciência de todos, desde 2009 os rodeios foram definitivamente suspensos na cidade de Osasco (SP) (mesmo em vigor, desde 2006, a lei 3999 que proibi explicitamente praticas torturantes com animais em “eventos” como este).

Eis que a sociedade osasquense ficou surpresa ao ver a programação no site oficial do referido “Festival Sertanejo”, provas na arena. Evento este que acontecerá agora em outubro.

Descobrimos pelo porta-voz oficial do evento que haverá as seguintes provas:

Prova dos 3 tambores

A prova consiste em contornar três tambores em menor espaço de tempo possível, na qual o cavalo deverá correr do tambor um, passando pela direita, completando uma volta de aproximadamente 360º graus em torno; seguir para o tambor número dois, e assim por diante.

Atrelagem

Uma espécie de charrete, puxada por um, dois ou quatro cavalos, participa de provas de adestramento, maratona e corrida de obstáculo. Vence o conjunto que tiver a maior pontuação na soma das três etapas.

Hipismo rural

O Hipismo Rural compõe-se de um conjunto de provas incluindo competições de Resistência, Steeple chase, Cross e Picadeiro. O Hipismo Rural é caracterizado por mostrar o trabalho do cavalo em espaço fechado (como dentro de um curral), tendo o animal que fazer as figuras de baliza, tambor, salto de obstáculos e recuos.

O prefeito Lapas autorizou mediante o decreto nº10.878 de 05 de Setembro de 2013.

Art. 1 § 3º Durante a realização do evento “Festival Sertanejo” somente poderão ser realizadas provas de superação de obstáculos com cavalos domados, ficando expressamente vedada a pratica de montaria em bois, touros, cavalos selvagens ou demais atividades de competição ou exibição de montaria ou rodeios, de qualquer prática que implique dor ou desconforto aos animais, com o objetivo de fazê-los correr ou pular.

Veja as leis que o Prefeito Jorge Lapas está infringindo ao editar o respectivo decreto:

Lei Municipal: 3999/2006

Art. 41 § 2º É proibida qualquer utilização, em atividades de competição ou exibição de montaria ou rodeios, de qualquer prática que implique dor ou desconforto aos animais, com o objetivo de fazê-los correr ou pular.

A lei não abre exceção a cavalos domados. Logo, como pode, respeitando-se a hierarquia das normas, um decreto ultrapassar a legitimidade de uma lei ordinária?

Decreto Estadual 40.400/95:

Art. 23. Os haras, os rodeios, os carrosséis-vivos, os hotéis-fazenda, as granjas de criação, as pocilgas, e congêneres não poderão localizar-se no perímetro urbano.

O espaço do reservado ao referido evento é de perímetro 100% urbano. Logo, inviabiliza-se qualquer estada de equino no evento.

Há ainda diversas Leis Federais, além da própria Constituição que está sendo ferida com a edição deste decreto e respectiva autorização para que estas “provas” desumanas ocorram.

Além das manifestações que se iniciarão nesta sexta-feira, já foram protocolados representações no Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal e no Tribunal de Contas Estadual a fim de prevenir que os eventos com os animais ocorram e que também sejam responsabilizados todos políticos, servidores públicos e entidades privadas envolvidos com esta barbárie.

Página de convocação do protesto com mais de 150 confirmados até o momento

Leia mais

Deputado Federal Paulista apresenta Lei proibindo a realização de rodeios com tiro de laço

 Nota sobre a notícia abaixo:  rodeio não é esporte e nem cultura, apenas tortura de animais para entretenimento de animais humanos alienados. Chega de exploração de animais.

João
—————————————–
 
Deputado Federal Paulista apresenta Lei proibindo a realização de rodeios com tiro de laço
 
 
Um projeto de lei em Brasília promete causar rebuliço entre os tradicionalistas. Pela proposta do deputado federal Ricardo Tripoli (PSDB-SP), fica proibida a perseguição de animais durante rodeios em todo o país, o que atingiria a prova do tiro de laço, a mais disputada entre as competições campeiras do Estado, até mesmo as gineteadas e o tradicional Freio de Ouro.
 
O texto do projeto cita provas realizadas durante a Festa do Peão de Boiadeiro, em Barretos (SP) e refere a morte de um animal que teve a coluna vertebral quebrada durante uma prova.
 
— Eu acho que onde tem os maus-tratos de animais, nós devemos abolir esse processo e retirá-los. Era uma cultura brasileira a escravidão e não é mais hoje — argumenta o deputado.
 
veja o texto completo em 
http://www.radiofandango.com.br/archive/valor.php?noticia=29137

Leia mais

Mogi não terá mais etapa de Rodeio

Mogi das Cruzes não vai mais sediar a etapa do Campeonato Nacional de Rodeio. Os coordenadores não chegaram a um consenso com relação ao preço cobrado pelo Bunkyo para ceder o espaço para realização do evento. Agora, estão estudando a possibilidade de levar a montaria para Guararema.
A informação foi confirmada ontem pelo vereador Protássio Nogueira (PSD), que estava ajudando nas negociações. Ele disse ainda que acha válida a realização de uma audiência pública, que aconteceu ontem, na sede da 17ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para tratar do assunto e decidir junto com a população se Mogi aprova ou não este tipo de evento na Cidade.
A pesquisa realizada no site de O Diário (www.odiariodemogi.com.br) mostra que 47,9% (212) dos votantes ainda não formaram uma opinião sobre a ideia de Mogi sediar uma etapa de rodeio. Os votos contrários representam 23% (102 votos) do total. Já os favoráveis foram minoria, com 79 (17,8%), conforme resultado levantado no início da noite de ontem (11). (Silvia Chimello)

http://odiariodemogi.inf.br/cidades/cidades/10279-mogi-nao-tera-mais-etapa-de-rodeio.html

Leia mais

Movimento faz audiência pública contra realização de rodeio em Mogi

10/12/2012
Movimento faz audiência pública contra realização de rodeio em Mogi
Assinaturas começaram a ser recolhidas para impedir o evento na cidade.
Etapa do Circuito Nacional de Rodeio estaria prevista para 2013.
Pedro Carlos Leite
Do G1 de Mogi das Cruzes e Suzano
Audiência púiblica foi realizada na OAB de Mogi das Cruzes (Foto: Pedro Carlos Leite/G1)


Entidades de proteção aos animais, representantes da sociedade civil, sindicatos e partidos políticos realizaram uma audiência pública na noite desta segunda-feira (10) para discutir a realização de um rodeio em Mogi das Cruzes, região Metropolitana de São Paulo.

veja o texto completo em
http://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2012/12/movimento-faz-audiencia-publica-contra-realizacao-de-rodeio-em-mogi.html

Leia mais

Mogi: Ativistas se unem em audiência contra rodeio

 Ativistas se unem em audiência contra rodeio

SÁB, 08 DE DEZEMBRO DE 2012
 
 
Um grupo de ativistas da causa animal se reúne segunda-feira (10), Dia Internacional dos Direitos dos Animais e Humanos, na audiência pública para lançamento do abaixo-assinado contra a possível realização de uma etapa do Campeonato Nacio­nal de Rodeio (CNAR), em setembro do ano que vem, em Mogi das Cruzes. O encontro é aberto à população em geral e está marcado para as 19 horas, na sede 17ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Mogi.
De acordo com a vereadora eleita Karina Pirillo (PC do B), presidente da Organização Não-Governamental (ONG) Adote Já, uma das apoiadoras da iniciativa, a reunião tem como objetivo, neste primeiro momento, conscientizar a população sobre os maus-tratos a que são submetidos os animais que dão vida a eventos como o Rodeio.
Rodeio
Se depender dos organizadores do Rodeio, a realização de uma das etapas do CNAR em Mogi está quase certa. O presidente da Federação Nacio­nal de Rodeio, Sebastião Viana, o “Tião Viana”, esteve, há um mês na Cidade para tratar do assunto. À frente do projeto estão os vereadores Protássio Nogueira (PSD) e Pedro Komura (PSDB), além do presidente do Bunkyo, Kiyoji Nakayama, que servirá de palco para o megaevento, cujo investimento inicial previsto é de R$ 1,3 milhão.(Maria Salas)
 
http://odiariodemogi.inf.br/cidades/cidades/10178-ativistas-se-unem-em-audiencia-contra-rodeio.html

Leia mais

Em 2011 a PM apreendeu 47 animais que seriam usados na farra do boi em Santa Catarina

 O número foi menor que em 2010, quando 60 bois foram recolhidos

A Polícia Militar apreendeu 47 animais que seriam ou foram usados na farra do boi na Grande Florianópolis. O número foi menor do que o registrado em 2010, quando 60 foram recolhidos.

Os confrontos entre policiais e farristas também diminuíram, de 14 para oito neste ano. A quantidade de pessoas detidas por desrespeitar a lei e incitar ou praticar a farra permaneceu quase a mesma: 24 em 2010 e 25 em 2011.

Os números registrados até esta terça-feira são considerados positivos pela Polícia Militar. A instituição atribuiu a queda de apreensões e detenções à divulgação antecipada das operações da PM e o engajamento da comunidade em denunciar a prática.

— A pessoas já sabiam que faríamos operações de fiscalização, por isso, neste ano, a farra não foi algo tão livre — comentou o Major Reus.

O protocolo de cooperação assinado entre a PM e outros órgãos públicos e não governamentais, segundo o Major, também surtiu efeito e conseguiu levar a conscientização para dentro das escolas.

A expectativa da PM é que no próximo ano os números sejam ainda menores, pois a intenção da entidade é investir em campanhas educacionais e aumentar a fiscalização.

— A tendência da farra é diminuir, além de ser crime, o número de adeptos está cada vez menor — estima.

A maior incidência de farras aconteceu em Governador Celso Ramos onde 19 bois recolhidos e sete detidos. Florianópolis vem na sequência, com 13 apreensões de animais e seis detenções.
DIÁRIO CATARINENSE
http://www.clicrbs.com.br/especial/sc/jsc/19,0,3288201,Em-2011-a-PM-apreendeu-47-animais-que-seriam-usados-na-farra-do-boi-em-Santa-Catarina.html

Leia mais

(touradas) Associação Animal prepara petição em Portugal

 

ANA PAULA CORREIA

A proibição das corridas de touros na Monumental de Barcelona “é o princípio do fim das touradas nos oito países do mundo onde existem”. A opinião é de Rita Silva, presidente da Associação Animal, que está a preparar uma petição a exigir o fim das corridas de touros em Portugal.

Em declarações ao JN, a dirigente da associação de defesa dos animais revelou que irá avançar o processo de recolha de assinaturas para uma petição popular, a ser entregue na Assembleia da República, no reinicio dos trabalhos parlamentares, a seguir às férias de Verão.

O novo alento que os defensores da proibição das touradas  sentem com a decisão do Parlamento catalão é desvalorizados pelos aficcionados. É o caso do cavaleiro Joaquim Bastinhas, que, contactado pelo JN, garantiu que a tauromaquia está de “boa saúde”.
“Enquanto houver espectadores, as touradas não podem acabar. E neste momento as praças estão cheias de público”, disse.

Joaquim Bastinhas recorreu também ao argumento económico para defender a manutenção da actividade, ao sublinhar que “a seguir ao futebol, a tourada é o espectáculo que mais gente movimenta, entre toureiros, ganadeiros e muitas outras pessoas”.

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Sociedade/Interior.aspx?content_id=1629148

Leia mais

Instituto Vida Viva e Odeio Rodeio atuam juntos com força total contra rodeio em Francisco Morato!

rodeioO Instituto Vida Viva, associação sócio ambiental com sede na cidade de Francisco Morato – SP, juntamente com o coletivo de defesa animal Odeio Rodeio e Ativismo.com,está em campanha contra o rodeio que está previsto para acontecer na cidade do dia 20 a 23 de agosto, próximo. A campanha começou pelo orkut da associação no mês de junho, assim que a os associados tomaram conhecimento do evento.

Há um debate sendo realizado em um fórum virtual na comunidade CIDADE DE FRANCISCO MORATO (http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=169153).

Além da associação várias pessoas ligadas à cultura e outros movimentos sociais manifestaram sua indignação contra o rodeio.rodeio

MEDIDAS JUDICIAIS

No dia 17 de julho dois representantes da associação orientadas pelo Coletivo Odeio Rodeio estiveram presentes no Fórum de Francisco Morato e recorrem ao Ministério Público contra a realização do evento.

A denúncia foi embasada nas leis de proteção aos animais e em um decreto estadual que proíbe realização desses eventos dentro do perímetro urbano da cidade.

A Promotora do Meio Ambiente abriu um IC (Inquérito Civil ) para apurar as denúncias.



CAMPANHA PÚBLICA

Nos dias 1 e 2 de agosto, associados e alguns voluntários foram à feira livre distribuir panfletos, colher o abaixo assinado e conversar com a população.Há um massivo repúdio da população contra o rodeio, pois somente nestes dois dias foram colhidas 1080 assinaturas.Uma das coisas que mais chamou a atenção foi o painel exposto com fotos e informações sobre o que é realmente o rodeio. As pessoas, adultos e crianças, que por ali passaram ficaram chocadas com as fotos, pois infelizmente o que se mostra na televisão não é a brutalidade cometida contra os animais.


rodeio
POSSIBILIDADE DE UMA LEI MUNICIPAL

Outro ponto positivo da campanha foi a manifestação de um dos vereadores da cidade que expressou ser contra maus tratos aos animais e comprometeu-se a  criar um projeto de lei impedindo rodeios na cidade.

Para isso será necessário recolher cinco mil assinaturas e contar também com o apoio dos demais vereadores para que o projeto seja aprovado.

O Instituto Vida Viva já está em contato com outras entidades constituídas no município para ajudar com o abaixo assinado e, caso este rodeio não seja impedido judicialmente, trabalhará para que seja o primeiro e último na cidade.

Participe da comunidade Instituto Vida Viva:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=48234869

Adicione o instituto no orku– clique aqui.

Leia mais

PROTESTO OUSADO CONTRA RODEIO – SÁBADO – 01/08 AS 15:00 – OSASCO

odeiorodeio

FORÇA TOTAL CONTRA O RODEIO NA GRANDE SÃO PAULO! 

Como sabem, nossa árdua luta (de mais de 4 anos) contra o rodeio de Osasco logrou este ano de 2009. O rodeio na cidade foi cancelado e a cultura da violência e da exploração parece ter sido definitivamente banida da cidade, graças ao apoio e ao empenho de todos.

Porém, o rodeio que aconteceria em Osasco foi transferido para a cidade ao lado, Carapicuíba, lá o rodeio será menor em tamanho e em duração; Mas de qualquer forma, mais pessoas e animais serão explorados em nome do interesse financeiro voraz de organizadores, políticos, e empresas sem escrúpulos. O sangue será derramado e o dinheiro sujo será acumulado para mais shows de tortura com os animais.

MOSTRE SUA FORÇA CONOSCO, JUNTOS SOMOS MAIS! 

Manifestação, resistência, panfletagem e apitaço!

*** Instruções no local ***

Dia: 01/08 – sábado

HORARIO: 15:00 (SEM ATRASOS) 

CONCENTRAÇÃO: Largo de Osasco – centro – em frente à estação de trem 

Infos adicionais: ativismo@ativismo.com / contato@odeiorodeio.com 

*camisetas a venda do OdeioRodeio no local a R$ 20,00 ( renda 100% revertida)

 Abaixo seguem instruções de como chegar:

Metrô/Trem – 12 minutos da ESTAÇÃO BARRA FUNDA :

Do terminal Barra Funda, pegar o trem (CPTM) sentido Itapevi, e descer na estação Osasco a concentração será em frente a estação, é muito fácil de chegar.

Carro –  fácil acesso pelas marginais:
(estacione no shopping Plaza)

MARGINAL PINHEIROS:

http://maps.google.com.br/maps?f=d&source=s_d&saddr=Av.+das+Na%C3%A7%C3%B5es+Unidas%2FAv.+Marginal+Pinheiros&daddr=Esta%C3%A7%C3%A3o+Osasco+-+Bonfim,+Osasco+-+SP+(Esta%C3%A7%C3%A3o+Osasco)&geocode=FYrmmP4dorM2_Q%3B&hl=pt-BR&mra=ls&sll=-23.535111,-46.738157&sspn=0.047215,0.077162&ie=UTF8&ll=-23.527281,-46.762104&spn=0.023609,0.038581&z=15

MARGINAL Tietê

Leia mais

CAMPANHA CONTRA RODEIO DE SÃO CARLOS SEGUE COM FORÇA TOTAL!


sao carlosEm São Carlos o Movimento anti-rodeio realizou uma manifestação neste último sábado, dia 16 de maio, com o apoio do pessoal do Projeto Extinção (www.projetoextincao.blogspot.com), APASC (Associação para Proteção Ambiental de São Carlos), UIPA (União Internacional Protetora dos Animais) e Arca de São Francisco.

 A manifestação teve início por volta das 10h e se estendeu até o início da tarde. Os manifestantes percorreram as principais ruas do centro da cidade informando a população com faixas, panfletos e o uso de um megafone. 

Foram distribuídos aproximadamente mil e quinhentos panfletos. A aceitação popular foi notável e foi obtido um forte apoio com grande número de assinaturas para impedir a vinda de um rodeio para a cidade.

 
Em São Carlos, graças a uma legislação de proteção animal bastante rigorosa, não existe rodeio. Por isso o vereador Júlio César (DEM), que usou a proposta da vinda de tal evento para a cidade como base de sua campanha, se movimenta nos bastidores para viabilizar o absurdo. 

São Carlos recebeu o título de Capital do Conhecimento por possuir o maior número de doutores por habitante do país. A cidade possui dois campi da USP, um campus da Universidade Federal de São Carlos (única universidade federal do interior do estado) e mais algumas instituições de ensino superior. Apesar disso tudo a barbárie é apoiada por grande parte da população que desconhece a realidade dos rodeios. 

Ao agir preventivamente, conscientizando a população, o movimento luta para impedir que essa prática abominável tenha terreno fértil dentro do município.

FOTOS:

{gallery}campanhas/sao_carlos{/gallery}

 
www.projetoextincao.blogspot.com

Leia mais